• Luiz Tolentino

SUPREME É VENDIDA PARA DONOS DE VANS E THE NORTH FACE POR US$ 2,1 BILHÕES


Uma das marcas mais hypadas do mundo no momento, a nova-iorquina Supreme, fundada por James Jebbia em 1994, especializada em roupas street style, foi vendida para a holding VF Corp, que detém as marcas Vans, The North Face e Timberland.


Os atuais investidores da Supreme, The Carlyle Group e Goode Partners, venderão sua participação na empresa através de uma transação avaliada em US$ 2,1 bilhões (aproximadamente, R$ 11,25 bilhões), confirmada na segunda-feira, dia 9 de novembro de 2020.


O novo grupo faz uma estimativa de que a marca norte-americana venda um valor estimado em U$ 500 milhões em produtos até 2022. A ideia dos novos donos é fortalecer o e-commerce da marca, que faz a venda direta para os seus fãs.


Com uma clientela que inclui basicamente jovens e aficionados pelo streetwear, e com sua própria plataforma de vendas diretas ao consumidor, algo que passou a ter ainda mais valor nesses tempos de quarentena, a Supreme se tornou uma das marcas favoritas de várias celebridades.


“A compra acelera a transformação da VF focada no consumidor, no varejo e em um modelo hiperdigital”, disse a empresa.